Na reta final das filmagens de “Han Solo”, os diretores Phil Lord and Chris Miller foram demitidos e substituídos pelo experiente Ron Howard.

A Lucasfilm declarou oficialmente que o motivo foi diferenças criativas, mas o que se especula é que a dupla de diretores que realizou anteriormente “Uma Aventura Lego”, “Anjos da Lei”, e “Tá Chovendo Hambúrguer”, inseriu um tom demasiadamente cômico no novo filme da franquia Star Wars.

O recém-anunciado Ron Howard já trabalhou anteriormente para a Lucasfilm, quando dirigiu “Willow”, em 1988. Mas a ligação com George Lucas vem de antes, quando atuou em “Loucuras de Verão” (American Graffiti), filme dirigido por Lucas em 1973. Sua carreira atrás da câmera agora conta com mais de 40 títulos, dentre eles várias grandes produções, como a trilogia de “Código da Vinci” e o recente “No Coração do Mar”. Mesmo sem imprimir uma marca pessoal, é reconhecidamente competente, tendo vencido o Oscar de direção por “Uma Mente Brilhante”, e um profissional em quem os estúdios confiam.

Essa troca repete o que aconteceu em “O Império Contra-Ataca”, o segundo filme da franquia, que George Lucas preferiu abdicar como diretor para contratar o veterano Irvin Kershner, resultando em um dos melhores episódios de toda a saga.