O ator Jerry Lewis, famoso comediante e cineasta de Hollywood, morreu ontem, 20 de agosto. Lewis era considerado um gênio, capaz de quebrar as regras rígidas dos estúdios com suas improvisações e inovar com a linguagem do cinema, antes presa aos ditames do cinema clássico, principalmente quando trabalhou com o diretor Frank Tashlin, em filmes como “Bancando a Ama Seca” (1956), “Cinderelo Sem Sapato” (1960), “Errado Pra Cachorro” (1963) e “Bagunceiro Arrumadinho” (1964). Fez dupla famosa com Dean Martin, na televisão, nos palcos e no cinema.

Assumiu também a direção, em obras primas do cinema como “O Mensageiro Trapalhão” (1960) e “O Professor Aloprado” (1963). Seu talento como ator foi comprovado no papel dramático e antipático interpretado em “O Rei da Comédia” (1982), filme de Martin Scorsese.

Morreu em Las Vegas, de causas naturais.