O documentário chileno de Lissette Orozco, “O Pacto de Adriana”, ganhou o prêmio do juri na Mostra Internacional de São Paulo deste ano. No filme, a cineasta conta sobre as investigações sobre sua tia, que trabalhou para a polícia durante a ditadura de Augusto Pinochet.

Agnès Varda, uma das homenageadas desta edição da mostra, foi agraciada com o prêmio do público de melhor documentário internacional para “Visages, Villages”.

Confira abaixo todos os premiados:

Prêmio do Júri – Melhor Filme – Competição Novos Diretores
O PACTO DE ADRIANA, Lissette Orozco – Chile

Prêmio do Público – Melhor Ficção Internacional
COM AMOR, VAN GOGH , de Dorota Kobiela e Hugh Welchman – Polônia, Reino Unido

Prêmio do Público – Melhor Documentário Internacional
VISAGES, VILLAGES , de Agnès Varda e JR – França

Prêmio do Público – Melhor Ficção Brasileira
LEGALIZE JÁ , de Johnny Araújo e Gustavo Bonafé – Brasil

Prêmio do Público – Melhor Documentário Brasileiro
TUDO É PROJETO , de Joana Mendes da Rocha e Patricia Rubano – Brasil

Prêmio Petrobras de Cinema – Melhor Filme Brasileiro de Ficção
AOS TEUS OLHOS , de Carolina Jabor – Brasil

Prêmio Petrobras de Cinema – Melhor Documentário Brasileiro
EM NOME DA AMÉRICA , de Fernando Weller

Prêmio da Crítica – Melhor Filme Internacional
CUSTÓDIA , de Xavier Legrand – França

Prêmio da Crítica – Menção Honrosa
VISAGES, VILLAGES , de Agnès Varda e JR – França

Prêmio da Crítica – Melhor Filme Brasileiro
GABRIEL E A MONTANHA , de Fellipe Barbosa – Brasil, França

Prêmio da ABRACCINE – Melhor Filme Brasileiro de Diretor Estreante
YONLU ,de Hique Montanari – Brasil

Prêmio Leon Cakoff
ALAIN TANNER
PAULO JOSÉ
PAUL VECCHIALI

Prêmio Humanidade
AGNÈS VARDA
AI WEIWEI