Minúsculos: o Filme (Minuscule – La vallée des fourmis perdues, 2013)

Avaliação:
6/10
6
Minuscule

Informações

Crítica

Minúsculos: o Filme (Minuscule – La vallée des fourmis perdues, 2013) 89 min. Dir e Rot: Hélène Giraud, Thomas Szabo.

O charme de “Minúsculos” pode afastar muitos espectadores: o filme não tem diálogos. Os personagens, todos insetos, se comunicam através da língua deles, emitindo sons melódicos e praticamente musicais. Os diretores, Hélène Giraud e Thomas Szabo, então se obrigam a recorrer à alma central do cinema, que é a linguagem visual.

O protagonista é uma joaninha, que sofre um acidente e se perde de sua família. Ainda com problemas nas asas, encontra uma caixa de guloseimas deixada por um casal em um piquenique, e ela acaba sendo a deixa para que ele conheça uma turma de formigas. Juntas, superam desafios como levantar a caixa de doces, carregá-la e navegar por um rio cheio de correnteza, ao mesmo tempo em que são perseguidas por um grupo de formigas inimigas.

Surge a amizade entre a joaninha e as formigas. Ao chegarem ao formigueiro, presenteiam a rainha com os doces encontrados. Mas, esses continuam objetos de cobiça da tribo de formigas inimigas que, então, atacará o formigueiro com todas as suas forças. Começa assim a guerra, e a joaninha terá um papel essencial nela.

A produção desta animação retrata a vida dos insetos da forma mais realista possível. A computação gráfica procura transpor para a tela como os insetos vivem e interagem entre si. Nenhum bicho, por isso, veste adornos. Isso se torna um obstáculo para se distinguir um personagem do outro. Afinal, todas as formigas da mesma tribo são idênticas. Isso vale até para a joaninha protagonista. É onde se encontra o problema do filme. Os espectadores não se identificam com os personagens individualmente e, consequentemente, se envolvem menos. Todos torcerão para que as formigas “boas” vençam as “más”, claro, porém sem a emoção que surge quando há a identificação com os personagens.

Nesta produção franco-belga, os efeitos em 3D se sobressaem nas sequências de voo das joaninhas. Nas demais, não fazem tanta diferença.

 

 

 

 

Google+

 
x
%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas