O cineasta mexicano Guillermo Del Toro especializou-se em dirigir filmes com temática gótica, enveredando pelos gêneros horror e fantasia. Na sua filmografia, constam os famosos “O Labirinto de Fauno”, “Hellboy” (I e II), “Blade II” e “A Colina Escarlate”.

Del Toro concretizou seu fanatismo pelo gótico ao construir a Bleak House, seu lugar reservado para passar tempo e trabalhar ao lado de sua coleção de filmes, brinquedos, estátuas, pôsteres, e outros itens inomináveis relacionados ao tema. O projeto partiu de sua vontade de expor suas coleções, mas fora de sua residência principal, porque a maior parte não era adequada para seus filhos pequenos.

A Bleak House fica em San Fernando Valley, na Grande Los Angeles. É uma casa grande, e uma enorme cabeça do Frankenstein de Boris Karloff parece recepcionar o visitante. Como uma mansão assombrada, possui uma sala escondida atrás de uma estante de livros que vira uma parede giratória. Del Toro mantém tudo muito organizado, com salas temáticas, como uma para vampiros e lobisomens, outra para horror, outra para ficção científica. Ela parece habitada pelas várias réplicas de escritores e personagens famosos em tamanho natural. Na sala de TV, Linda Blair, com a caracterização de “O Exorcista”, se encontra logo à direita do sofá principal.

O nome pode ser traduzido como “Casa Soturna” e vem do título do livro de Charles Dickens de 1853.

Para ter uma ideia melhor da Bleak House, assista aos dois vídeos abaixo: